Documentários


Paixão pela Palavra – Manoel de Barros

R$20,00

Sucesso! Você tem frete grátis
Frete grátis a partir de R$99,00
Entregas para o CEP:

Frete grátis a partir de R$99,00

Compartilhar:

Ao longo de cinco episódios, o poeta conta em dois tempos, 1992 e 2007, fatos inéditos sobre a sua infância, juventude e carreira. Sua poesia vai complementando e ilustrando as histórias, que ganham vida num projeto de arte caracteristicamente “manoelino”.
Narrado por dois apaixonados fãs de Manoel de Barros, a atriz Cássia Kiss e o jornalista José Hamilton Ribeiro, o programa alterna leitura de poesias com depoimentos do próprio artista, memórias, cenas de sua vida e entrevistas com admiradores anônimos e famosos. A equipe responsável pela série recebeu o apoio da Fundação Manoel de Barros (FMB) e da TV Pantanal durante o trabalho realizado no 4º Festival América do Sul, em Corumbá, que na edição de 2007 homenageou o poeta.


O episódio 1 - Auto-retrato falado, conta a infância de Manoel de Barros no pantanal matogrossense, onde teve suas primeiras impressões quanto ao mundo e quanto à língua. “Eu hoje amo as pobres coisas do chão porque fui criado com elas”, disse Manoel, que tem nas coisas pequenas e “insignificantes” a base para a sua obra. 

O episódio 2 – Entre o mar e o mato, fala sobre a ida de Manoel de Barros para o Rio de Janeiro, aos 10 anos de idade para dar continuidade aos seus estudos. No Rio, Manoel conhece a Biblioteca Nacional e seus livros, a política e Stella, sua esposa, com a qual teria seus três filhos.

No episódio 3 – O guardador de águas, Manoel de Barros volta para o pantanal para cuidar das terras deixadas pelo seu pai e funda a fazenda Santa Cruz, onde passou 10 anos sem escrever. Neste tempo, criou seus três filhos e entrou em contato com muitos dos personagens que compõe sua obra, dentre eles Bernardo da Mata, que de acordo com o poeta, “faz encurtamento das águas”.

O episódio 4 – Admirações, reúne os admiradores e os admirados de Manoel de Barros. Os artistas plásticos, escritores, compositores, e cineastas que influenciaram a sua obra se misturam aos que foram influenciados pelo poeta. Beatriz Segall, Luiz Melodia, Claufe Rodrigues, José Mindlin, Siron Franco, dentre outros, localizam a poesia de Manoel de Barros no cenário literário contemporâneo. 

No episódio 5 – Do erudito ao popular, a poesia de Manoel de Barros é reconhecida e ele se torna um autor popular. Apesar de escrever seu primeiro livro em 1937, o poeta só começou a ser popularizado nos anos 80 por causa de um artigo do Millor que dizia “olhai, moçada, poesia é isso”. Depois disto, teve sua obra adaptada para o teatro, cinema e televisão.

 

 

Gênero: Documentário
Diretor: Cláudio Savaget e Enilton Rodrigues
Duração: +- 27 minutos cada episódio
Ano de Lançamento: 1992, 2007
País de Origem: Brasil